domingo, 23 de outubro de 2011

Botafogo 2 x 3 Avaí




O Botafogo jogou melhor,começou na frente,teve muito mais chances,teve mais posse de bola,teve mais volume de jogo,teve um time mais organizado,teve Maicosuel em um ótimo jogo,pegou um time que não vive boa fase,mas na hora de decidir,tomou o Gol!!!



O Botafogo saiu na frente com uma bola que sobrou na área para Loco Abreu fazer 1x0

Aos 15 minutos Robinho empatou para o Avaí!

Logo depois Cleverson fez um golaço e colocou o Avaí na frente!(O Cleverson estava impedido)

No segundo tempo o Botafogo empatou,em um cruzamento na área Loco Abreu ajeitou para Renato fazer seu primeiro gol com a camisa do fogão
!

O Botafogo foi melhor o resto do jogo,teve as melhores oportunidades,mas Lucas deu um carrinho desnecessário e foi expulso.

Depois disso o Avaí foi para cima,e no rebote de um chute de Lincoln,Robert fez o gol da vitória.

Melhores Momentos



Obs:Elkeson começou na reserva e entrou no segundo tempo

domingo, 16 de outubro de 2011

Outra Opção Tática


Há tempos isso vem acontecendo, mas contra o Corinthians ficou mais claro – e também, mais relevante – diagnosticar e trazer ao debate no blog Tabuleiro. Na vitória de 2 a 0 do Botafogo no Pacaembu, quarta-feira, Loco Abreu orquestrou uma transição ofensiva ensaiada colocando-se em “falso impedimento”.
No 4-2-3-1 do Botafogo, quando a equipe tem a bola Loco Abreu às vezes coloca-se em flagrante impedimento. Enquanto os meias trocam passes, o centroavante fica muitos passos à frente, adiantado na relação com a linha defensiva, simulando desatenção ao lance. E ali, naquela zona morta do campo, impedido, os zagueiros o ignoram.
Mas os organizadores da equipe – Renato e Elkeson (contra o Corinthians, foi Felipe Menezes) não lançam Loco Abreu. A transição ofensiva se dá com um passe longo para a beirada do campo. Ou na esquerda com Maicosuel, ou na direita com Herrera (contra o Corinthians, foi Elkeson). Os “wingers” botafoguenses são velozes e ágeis, posicionam-se sobre a linha defensiva, e dali partem com rapidez para receber o lançamento em condição legal, e às costas da linha defensiva.
Neste momento – meias-extremos com campo livre à frente, e bola dominada – Loco Abreu tem sua situação legalizada. Afinal, agora o parâmetro não é mais a linha defensiva, e sim a linha da bola. Assim que Maicossuel/Herrera/Elkesson conduzem a bola em velocidade pelo lado, Loco Abreu está apto a receber o cruzamento, e em grande vantagem na comparação com os zagueiros que se aproximam: ele está de frente para o gol, para onde quer levar a bola, enquanto os zagueiros estão correndo em sua direção, com o corpo ao contrário do sentido correto para afastar.
Este movimento já era comum nas bolas paradas – houve um gol mal anulado de Marcelo Mattos aos 4 do primeiro tempo com Loco Abreu em óbvio impedimento, no centro, mas cruzamento realizado para o lado. Mas o curioso é ver a jogada do “falso impedimento” de Abreu acontecer também com bola rolando.
Loco Abreu, entretanto, não passa o jogo inteiro “na pescaria”. Ele alterna este posicionamento “fora de jogo”, esta armadilha para induzir os zagueiros a subir a linha, e abrir consequente espaço ao avanço dos wingers, com um grande recuo – principalmente na bola parada defensiva. Em disparada, quando a bola é recuperada, o uruguaio organiza a transição ofensiva correndo nos espaços vazios do campo. Desta forma ele marcou um gol contra o Corinthians, e fez a assistência para Lucas marcar sobre o Fluminense – lembro apenas destes dois lances, mas provavelmente outros ocorreram – ambos em escanteios para o adversário.
É interessante perceber como Caio Júnior criou um repertório mais elaborado para aproveitar a inteligência tática e o comprometimento de Loco Abreu. Antes, o Botafogo resumia-se à ligação direta para Loco Abreu escorar - como no antigo futebol inglês, reproduzido no início do ano pelo Tottenham com Crouch escorando para Van der Vaart. Agora, a bola não procura mais Loco Abreu no lançamento longo.
Se ele é centroavante, e artilheiro, Caio Júnior não faz dele um simples pivô para os companheiros, e sim cria mecanismos para o time colocá-lo em boas condições de conclusão. Ao invés de receber a ligação direta para escorar, Loco Abreu atrai os zagueiros para uma armadilha, abre espaço para os meias, e recebe deles a assistência. Inteligente.

Opções Táticas 1


A vitória alvinegra por 2 a 0 sobre o Atlético-PR no Engenhão, apesar de alguns sustos, foi daquelas protocolares, fruto da considerável diferença técnica, tática, física e de pontos na tabela entre as equipes.
Mas a atuação tranqüila, em ritmo de treino em vários momentos da partida, foi útil também para a observação de uma variação tática a que Caio Júnior recorre com freqüência cada vez maior ao longo dos jogos.
Além da improvisação de Everton na vaga do suspenso Cortês na lateral-esquerda e do retorno de Lucas à direita no lugar de Alessandro, o treinador alvinegro promoveu a volta de Herrera na vaga de Felipe Menezes, titular no fantástico triunfo sobre o Corinthians no Pacaembu.
Com o atacante argentino, o Botafogo perde em compactação do 4-2-3-1 sem a bola, mas fica mais incisivo na frente. Além disso, ganha em movimentação do quarteto ofensivo. Não é raro ver Herrera infiltrar em diagonal e se juntar a Abreu na área adversária. Em alguns momentos até trocando de posição – como no lance em que Herrera saiu do centro e foi para a esquerda levantar a bola e Abreu, vindo da direita, fechou para cabecear duas vezes e o goleiro Renan Rocha evitar o gol do uruguaio que viria em seguida, na cobrança de pênalti sobre Antonio Carlos, que abriu o placar no primeiro tempo.
Com Elkeson naturalmente procurando o lado direito, a equipe se reconfigura em um 4-4-2, praticamente em duas linhas. Porque Marcelo Mattos e, principalmente, Renato marcam e jogam pelo centro. Qualificam a saída de bola, distribuem os passes com correção e colaboram com o volume de jogo que se impõe em casa e começa a se encontrar longe de Engenho de Dentro.
Contra o Atlético-PR, Herrera novamente foi mais atacante que meia no 4-2-3-1 alvinegro. O avante argentino cumpre função defensiva pela direita, mas também entra em diagonal e se junta a Abreu na frente, com Elkeson ocupando o setor.
Porque Caio Júnior tem em Felipe Menezes, que entrou na vaga de Herrera aos 16 do segundo tempo no Engenhão e melhorou o desempenho coletivo do Bota, uma opção para preencher mais as intermediárias e ditar o ritmo, acelerando e desacelerando o jogo. Com um meio-campo mais encorpado no mesmo sistema de jogo, é possível trabalhar outras possibilidades. Contra o Corinthians, Renato trocou de lado e foi vigiar Paulinho. Felipe Menezes ficou centralizado, bloqueou os eventuais avanços de Moradei e se juntou ao volante para acionar Elkeson e Maicosuel pelos flancos, fazendo duplas com os laterais que apoiam alternadamente.
Com um trio de meias de ofício, Loco Abreu fica mais centralizado e pode fazer trabalho interessante, confundindo a marcação. Ora se posicionando em “falso impedimento” – movimento muito bem descrito e analisado por Eduardo Cecconi no blog Tabuleiro (leia AQUI) -, ora recuando ou abrindo bem pelo lado, atraindo a atenção dos zagueiros e deixando espaços para as entradas em diagonal de Elkeson e Maicosuel. Em qualquer esquema, o uruguaio agora não se limita a ser o jogador a receber a ligação direta para escorar ou dominar sozinho contra os zagueiros à espera dos companheiros. E todo o time cresce.
Com Herrera ou Felipe Menezes, o Botafogo parece pronto para desafiar prognósticos e o pessimismo histórico do típico torcedor do clube. Com menos pontos perdidos no Brasileirão, é o time com mais possibilidades em um campeonato equilibrado e imprevisível. A partir do jogo com o Santos na Vila Belmiro que pode alçar a Estrela Solitária ao topo da tabela.
No triunfo sobre o Corinthians, Felipe Menezes centralizou a articulação e Abreu ora aprofundou o posicionamento, ora abriu espaços para as infiltrações em diagonal de Elkeson e Maicosuel.

Botafogo 2 x 0 Atlético-PR

O Botafogo não fez sua melhor exibição no ano,mas fez o que precisava, administrou o jogo e fez 2 gols,jogou como campeão,jogou o necessário para ganhar!Sem Cortês, Caio Júnior fez o certo,Márcio Azevedo não está jogando nada,colocou Everton que já jogou como lateral esquerdo.

O Botafogo começou bem,comum belo chute de Herrera o goleiro Renan Rocha fez Milagre!

Aos 16 do 1º tempo,cobrança de falta de Renato e Antônio Carlos abriu o placar

Depois disso no primeiro tempo não teve nada de mais,a não ser a defesa do Jefferson no chute de Morro Garcia

No segundo tempo Loco Abreu fez o Segundo gol,de pênalti.

Botafogo 2 x 0 Atlético-PR

Melhores Momentos:



terça-feira, 4 de outubro de 2011

Com dor de Cabeça

Caio Júnior terá uma dor de cabeça para escalar o ataque contra o Bahia,ele não contara com Herrera(Suspenso) e Loco Abreu(Convocado).

Alex no treino do Botafogo (Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo)
Alex deverá ser titular contra o Bahia
Ele ainda não tem nada definido,mas devera jogar com Alex e Caio,uma dupla de jovens jogadores.

Falta de Postagens

Me desculpem pela falta de postagens,estava viajando e não tive tempo!!

Mas vou voltar firme e forte!!!


Lucas

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Botafogo 1 x 1 Flamengo


Em um jogo equilibrado,Botafogo e Flamengo empataram em 1x1,mas para o Fogão foi um resultado ruim e para eles foi o melhor resultado possível,e ainda deram sorte de não termos Elkeson,se não nós teríamos 3 pontos,gols,música e João Sorrisão!!!


O primeiro tempo foi todo Alvinegro,fizemos aquele goleirinho cansar para não tomar gols,Herrera iria fazer um gol de bike mais bonito que o do Túlio Maravilha,mas mesmo ele fazendo muitas defesas,o Loco Abreu não ia deixar o clássico passar sem fazer seu gol ,aos 25  do 1º tempo Lucas faz um bom cruzamento,e ele,o cara,El Loco,Loco Abreu se antecipa de Alex Silva e faz 1x0.
Loco Abreu fazendo a Comemoração de R10,parado na esquina.

Mas porque não ganhamos?Nós tínhamos que decidir o jogo quando estávamos melhores,no 1º tempo,como contra o Vasco,mas nós voltamos para  o vestiário com apenas 1 gol de vantagem.

Ai começou o pesadelo,os 10 primeiros minutos do 2º tempo,Caio Júnior trocou o mago de lado,deixando Léo Moura livre,Luxemburgo tira Deivid(que tentou fazer igual Herrera mas não viu quem estava no gol)e colocou Jael.

No primeiro lance do cara sai o gol.

O Jefferson ainda defendeu uma paulada do Renato Abreu próxima da marca do pênalti,no final o fogão foi melhor,mas não deu tempo,1x1.
Melhores Momentos:

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Coritiba 5 x 0 Botafogo
















Foi um dos piores resultados do Botafogo no ano,mas nossos adversários diretos também perderam e por isso continuamos em 4º,a três pontos do lider e o Flamengo caiu para 6º.Mas o time vai ter que reagir para o Clássico,e vai estar sem Elkeson,suspenso.Se ganharmos poderemos assumir a liderança e o Flamengo poderá cair para 8º,mas vou falar do jogo,o Botafogo não jogou bem,e precisa começar a jogar melhor fora de casa.


O primeiro tempo foi bem equilibrado mas o Coritiba foi melhor,mas quando parecia que ia terminar 0x0 o gol saiu ,em uma cobrança de escanteio de Tcheco,Emerson cabeceou no canto,1x0 para o Coxa.

No segundo tempo o Coxa dominou o jogo,em uma jogada de Bill,o arbitro marcou um pênalti inexistente de Jefferson.Marcos Aurélio bateu e fez 2x0.

O terceiro gol saiu em uma cobrança de falte de Marcos Aurélio,Bill bateu  fraquinho e fez 3x0.

O quarto foi na jogada  de Marcos Aurélio,tirou do goleiro e Bill fez.

O quinto foi na lambança da zaga alvinegra,e Everton Costa aproveitou para fazer.
Melhores Momentos:



Força fogão,não é uma derrota que vai nos tirar da briga pelo título.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Botafogo 4 x 0 Ceará,com Engenhão lotado!




O Botafogo vive um momento brilhante no Campeonato,é o vice-líder(pelo menos até amanhã) e tem um jogo a menos,vem de 4 vitórias seguidas e lotou o Engenhão,o maior público do Rio no ano,junto com a despedida de Pet.E com o time titular,apesar de estar sem Cortês(suspenso) o novo lateral esquerdo da seleção,o time meteu 4 x0 na carroça embestada e não deixou duvidas que está na briga pelo titulo!

O Botafogo começou pressionando o Ceará,e com 5 minutos de jogo,Márcio Azevedo cobrou lateral para Elkeson que girou bem e cruzou para Herrera fazer o primeiro do jogo.herrera botafogo x ceará (Foto: Alexandre Cassiano/Globo)

O Botafogo continuou bem,em um cruzamento na área,Herrera mandou na trave.

Aos 44 minutos do 1º tempo,Fabrício recebeu o segundo cartão amarelo,e foi expulso.

Na cobrança Maicousuel cruzou e Herrera fez,mas foi marcado corretamente o impedimento.

No segundo tempo Caio Júnior tirou Márcio Azevedo e colocou Everton,e em sua primeira jogada ofensiva ele cruzou para Herrera fazer 2x0.

O Botafogo dominou o jogo,depois de uma bela bola enfiada de Lucas para Elkeson,ele deu um ótimo passe de calcanhar para o Mago que tirou  goleiro da jogada com um passe para Loco Abreu fazer 3x0 para o fogão.

E o quarto gol saiu de outro cruzamento de Everton para Cidinho(1,69m) fazer seu primeiro gol como titular.

Melhores Momentos:


quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Botafogo 3 x 1 Palmeiras

Na quarta-feira tivemos um jogo importantíssimo para briga pelo título e/ou pela Libertadores,enfrentamos o Palmeiras,e ganhamos,eles não tiveram chance,fizeram um gol de falta porque ouve um desvio na zaga alvinegra,mas jogamos melhor,ganhamos,passamos Flamengo e São Paulo e estamos em 3º.Mas podemos voltar para 5º(mesmo podendo ser temporário) porque o jogo contra o Santos foi adiado,um absurdo,pois a lei diz que tem  que pedir adiamento pelo menos 10 dias antes do jogo,e não foi assim.

Mas vamos falar do jogo,o Botafogo começou o inicio do jogo pressionando o Palmeiras,e em um cobrança de escanteio Herrera livre fez 1 x 0 para o Botafogo.Herrera comemora gol do Botafogo contra o Palmeiras (Foto: Jorge Wiliam / Agência O Globo)


Como o esquema do Palmeiras era bem defensivo,o time não conseguiu atacar bem o Botafogo,e deu espaço,em uma jogada o Botafogo ganhou uma falta,na cobrança de Renato, Gustavo fez 2 x 0 para o Fogão.

No segundo tempo o Palmeiras foi para cima,mas em uma roubada de bola de Elkeson,ele deu um belo passe para Maicousuel passar pelo zagueiro e bater bonito,3 x 0 para o Botafogo.

O Palmeiras não conseguiu fazer muita coisa,mas na cobrança de falta de Marcos Assunção a bola desviou em Gustavo e enganou Jefferson, 3 x 1 Botafogo.

Melhores Momentos:


terça-feira, 30 de agosto de 2011

Botafogo 2x1 Fluminense

Um jogo muito esperado pelas 2 torcidas(mas acho que mais pela nossa),um ótimo jogo,mas o Botafogo tomou o 1º gol,mas nos recuperamos,com uma linda festa da torcida,o Fogão te chegando,se cuida Corinthians,e o Fluminense,está querendo ser rebaixado!Mas não estou aqui para falar do Fluminense.

No 1º tempo,o Botafogo foi melhor nos primeiros 20 minutos,Loco Abreu por pouco não faz 2 gols,e a torcida começou a cantar.Mas depois o Fluminense equilibrou o jogo,e começou a ir para cima,mas não conseguiu fazer o gol.

No segundo tempo o Fluminense fez um gol com a sua melhor jogada,mas não foi com Rafael Moura,e sim com Fred.Em um escanteio ninguém foi marcar o atacante e ele não desperdiçou a oportunidade.

Mas logo em seguida a defesa do Fluminense cometeu um pecado,deixaram Elkeson livre,ele passou pelos 2 zagueiros e chutou no cantinho,1x1 com comemoração estilo UFC.

elkeson botafogo gol fluminense  (Foto: Wagner Meier / Agência Estado)
O Fluminense tentou repitir a jogada,cobrou escanteio e ... Jefferson pegou,saiu jogando rapidamente com Loco Abreu,que atravessou o campo todo e esperou o momento certo para tocar para Lucas que soltou o pé e fez o gol da virada.

Melhores Momentos:



sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O Galo,de novo!!!

O fogão mostrou,que mesmo sendo pior,consegue vencer,e venceu em um jogo que o galo tentava atacar,e o fogo saia nos contra-ataques,e deu certo.

No primeiro tempo o galo estudou um pouco,mas depois foi para cima,sem saber das consequências,que vieram no final do 1º tempo,Herrera sofre pênalti(duvidoso) e vai para a cobrança:
_Herrera para a cobrança,bateu e...

É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO BOTAFOGO.

Herrera bate no meio do gol.

No segundo tempo o galo foi para cima,mas o fogão foi no contra-ataque,e por pouco Elkeson não faz um golaço,esse Elkeson é muito bom mesmo(segundo ele vive o melhor momento da carreira).

Mas resumindo o jogo foi:Ataque contra Defesa,e Defesa ganhou!!!!

Melhores Momentos:




Botafogo
Jefferson; Lucas (Alessandro), Gustavo, Fábio Ferreira e Cortês (Márcio Azevedo); Marcelo Mattos, Lucas Zen, Felipe Menezes (Alex) e Elkeson; Maicosuel e Herrera. Técnico: Caio Júnior.

Atlético
Renan Ribeiro; Serginho, Leonardo Silva, Réver e Eron; Dudu Cearense (Mancini), Fillipe Soutto, Richarlyson (Daniel Carvalho) e Caio; Guilherme e Jonatas Obina (Magno Alves). Técnico: Cuca.


segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Quer ganhar,chama o galo!

Bom,não é novidade que o Botafogo não tem dificuldade para ganhar do Atlético-MG,mas achei que seria mais difícil se Loco e sem Herrera,mas jogamos contra um time fraco,uma defesa que falhou muito,2 laterais improvisados,um meio de campo sem criatividade,e nesse caso,não é Loco que vai fazer falta.

Foi um bom jogo,para o fogão,dominamos o jogo,o mago voltou a jogar bem,Felipe Menezes fez sua primeira boa atuação(com 2 gols),e o time jogou unido,sem dificuldades.Mas temos mais um jogo contra o Galo,mas não deve ser eliminado.Mas por via das dúvidas,o Caio pode deixar o Alessandro na reserva.

O início foi disputado,mas depois nosso artilheiro abriu o placar, Elkeson,depois de boa jogada de Cortês e bom cruzamento de Lucas.

O segundo gol foi uma bola na entrada da área,Felipe Menezes bateu e fez,2x0 fogão.

No segundo tempo o botafogo cadenciou o jogo,mas de fora da área Felipe Menezes fez de novo,3x0 fogo.

No finalzinho André descontou,3x1 fogão.

Melhores Momentos:



Bom,vamos com tudo,amanha tem o galo no engenhão,vamos pra cima deles fogão,vamos ser campeão!!!!

Vamos lotar o estadio para vencer o Atlético-MG(espero).

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Sem Loco,sem Elkeson,com Alessandro!Fica difícil, né!

O jogo contra o Internacional,foi um jogo chato de ver,2 equipes sem criatividade,com marcação pesada,o Botafogo tendo que chegar no ataque com Maicousuel(não foi bem),Felipe Menezes(Não é novidade que jogou mal) e Herrera(jogou bem,mas recebeu 3º cartão amarelo e está suspenso).

Mas o time estava com dois desfalques importantes,estava sem Loco(machucado) e Elkeson(suspenso)foram desfalkes importantes.Mas eu não intendo esse Caio Júnior,colocar um lateral quando está em casa,e um jogadorzinho como lateral de visitante.Porque você não saiu Alessandro!!!!

Mas,voltando ao jogo,foi um jogo muito tático,o Botafogo com o objetivo de não perder,mas tentar a vitória no contra-ataque,e o Inter,tentando se aproximar pela briga da Libertadores,e estreando o novo técnico.Mas o Inter se deu bem,apoiado pela torcida,o time tento furar o bloqueio do Botafogo de qualquer jeito,mas no primeiro tempo não conseguiu nada.

No segundo tempo o Inter continuou,e na falha de quem,quem(né Alessandro!!!)o Inter fez seu gol,1x0 Internacional.Que depois ficou retrancado atras,e segurou a vantagem,mesmo com o fogão pressionando.Alex mandou uma bola na trave,Fábio Ferreira mandou uma bola raspando no travessão,mas não deu,1x0 Inter.

O Botafogo ainda é o 5º,na zona da Libertadores,e o Inter é o 7º.

Melhores Momentos:




segunda-feira, 15 de agosto de 2011

A LOCOmotiva sem loco


Para começar,vou falar dessa LOCOmotiva,isto é uma charge que eu achei em outro Blog do Botafogo(que é muito bom)é o Blog do Zé fogareiro(ou João Roberto),e como achei essa charge muito legal,vou mostra-la agora:
 

Mas eu vou falar sobre o real assunto,vamos ficar uns 10 dias sem nosso querido Loco Abreu(Que está ganhando a enquete do melhor jogador do Botafogo)mas  talvez tenha o lado bom,se o Caio Júnior não improvisar,o menino Alex pode jogar como Titular.Mas a previsão é que o Loco volte contra o Fluminense,tomara que volte como voltou contra o Cruzeiro.

Mas vamos ter um desafio,jogar contra o Internacional no Beira Rio sem Elkeson(Recebeu o 3º cartão amarelo) e sem Loco Abreu(Torceu o joelho).

Mas isso não deve atrapalhar o Botafogo,que está em um ótimo momento,e se continuar assim briga pelo título.

Mas o campeonato é assim,vamos perder jogadores e vamos batalhar até o final.  

domingo, 14 de agosto de 2011

A vitima,o Coelho

Com uma bela partida do garoto Alex,Botafogo vira para cima do América-MG.

Um inicio horrível do  fogão,tomando 2 gols em menos de dez minutos.O que foi aquilo Marcelo Mattos!Eu não acreditava em um virada,principalmente fazendo 4 gols.Mas o Botafogo é o maior exemplo do futebol, é um caixinha de surpresas.Quando acha que não vai conseguir mais nada,consegue uma incrível reação.

No primeiro tempo o time não jogou bem,tomou 2 gols com menos de 10 minutos(o que na minha opinião é um absurdo)mas Elkeson salvou o primeiro tempo do fogão,fazendo um golaço,que ajudou para a reação do time no segundo tempo.

Mas você se pergunta,contra o lanterna,como não jogou bem?O time atacava sempre desorganizado,não conseguia uma boa jogada e foi salvo pelo gol de Elkeson,o artilheiro do time no campeonato.

No segundo tempo Caio Júnir mudou bem o time(o que não é comum)colocou Alex no lugar de Herrera(que disse que estava com dor de garganta)mas o menino jogou muito bem!

O gol de empate foi na cobrança de Renato,Antonio Carlos fez o seu gol(o número 50 de sua carreira)e o gol que levou o Fogão a ir para cima.

O Time foi para cima,e o técnico fez mais uma boa modificação,saiu o mago,exausto e entrou Cidinho(mudou sem inventar moda)e 3 minutos depois Alex passou pelo marcador e soltou o pé,Botafogo 3x2 América-MG.
alex caio junior botafogo x américa-mg (Foto: Agência Estado)
O fogão mudou,tirou Loco Abreu e colocou Felipe Menezes.Mas continuou no ataque e aos 34 Cidinho caiu na Área e o juiz marcou pênalti,na cobrança Alex fez o quarto do fogão.

E com esse resultado o Botafogo fica na zona de classificação da Libertadores,ultrapassa o Palmeiras e Cola no Vasco.

E antes que eu me esqueça:Feliz dia do Pais!




Ficha técnica:
BOTAFOGO 4 X 2 AMÉRICA-MG
Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Bruno Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel (Cidinho) e Elkeson; Herrera (Alex) e Loco Abreu (Felipe Menezes).Neneca; Otávio (Eliandro), William Rocha e Gabriel Santos; Marcos Rocha, Dudu, Amaral, Rodriguinho e Gilson; Alessandro (Fábio Júnior) e Kempes (Netinho).
Técnico: Caio Júnior.Técnico: Givanildo Oliveira.
Gols: Alessandro, aos 2, Rodriguinho, aos 8, e Elkeson, aos 31 minutos do primeiro tempo; Antônio Carlos, aos 17 e Alex, aos 30 e aos 34 minutos do segundo tempo. 
Cartões amarelos: Renato, Elkeson (BOT), Amaral e Otávio (AMG).
Público: 10.290 pagantes (13.101 presentes). Renda: R$ 182.925,00.
Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro. Data: 13/08/2011. Árbitro:André Luiz de Freitas Castro (GO). Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO).